quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Street Fighter X Tekken


E hoje é o aniversário de 25 anos da franquia Street Fighter!!! YAAAAAY!!! HOORAAAAAY!!! HURRAH!!! BURRA!!! Um quarto de século em que podemos chutar chinesinhas adoráveis na cabeça sem que ninguém veja nada de errado com isso!!!

Assim, decidi prestar tributo a esta data analisando o mais recente título estrelado por Ryu, Ken e sua galerinha do barulho: Street Fighter X Tekken.

Quando vi o primeiro trailer de divulgação deste game, minhas calças implodiram em chamas e meu queixo caiu ao chão. Amo Street Fighter e sempre gostei de Tekken. E se tem uma coisa que a Capcom sabe trabalhar, são seus Crossovers. O que poderia dar errado?

Infelizmente, muita coisa.

Street Fighter X Tekken se tornou conhecido por ser um exemplo claro de como a ganância das produtoras de games pode ser absoluta. A Capcom nunca teve muito respeito para com seu público, mas desta vez, a empresa passou do limite.

Para começar, logo nas primeiras semanas após seu lançamento, hackers descobriram que existiam personagens extras escondidos no disco. Personagens que depois poderíamos “comprar” como conteúdo para download.

Em outras palavras, pagaríamos para ter acesso a algo PELO QUAL JÁ HAVIAMOS PAGO!!!

Para colocar sal na ferida, dois destes personagens extras (Mega Man e Pac-Man) tornaram-se exclusivos da versão para Playstation 3, mesmo estando presentes no disco do Xbox 360. Minha suspeita é a de que eles foram desenvolvidos para ambos os consoles, mas a Sony “subornou” a Capcom para que os disponibilizasse apenas para seu console.

E os proprietários de Xbox 360 ficaram a ver navios nessa. Afinal, pra que tratar com igualdade a todo o público que comprará seu produto?

Mas a patifaria da Capcom não ficou impune. As vendas de Street Fighter X Tekken foram muito abaixo do que seus criadores esperavam e o público bradou a plenos pulmões contra este tipo de prática desonesta, o que já levou a Capcom a rever seus conceitos sobre DLC presente no disco.

Uma pena que Street Fighter X Tekken tenha se tornado tão infame em seu pouco tempo de vida. Afinal de contas, é um jogo muito bom.

Quão bom, você pergunta? Pois é o que veremos agora.


Uma misteriosa caixa em forma de cubo caiu no Polo Sul. Embora estejam estudando 24 horas nisso, os cientistas do mundo não conseguem descobrir de onde ele veio e muito menos sua função. Tudo que sabem é que a caixa libera uma energia misteriosa, então a batizam de “Pandora”.

Mesmo sem saber pra que serve, a Shadaloo (os caras maus de Street Fighter) e a Mishima Zaibatsu (os caras maus, embora não tanto, de Tekken) iniciam uma corrida pelo globo para ver quem chega primeiro até Pandora. Mas eles não são os únicos interessados no artefato, pois lutadores do planeta inteiro logo partem em direção à caixa também.

No modo história, o jogador escolhe uma dupla de personagens e sai espancando os oponentes que cruzam seu caminho. Embora possa montar a combinação que quiser, se escolher uma dupla “certa” (como Kazuya e Nina), verá uma história mais detalhada, com direito a final e diálogos específicos entre as lutas.

Agora, se me permitem dizer, a maioria das duplas não faz o menor sentido aqui. Posso entender Ryu e Ken ou Heihachi e Kuma trabalhando juntos, mas pares como Ibuki e Rolento ou Lei Wulong e Christie Monteiro não tem muita razão para existir.

Da mesma forma, a presença de Ogre e Akuma não é encarada como mais que um incômodo pela maioria das duplas. Ambos são vilões de grande importância em suas respectivas séries, é de se imaginar que sua presença diante de um artefato como Pandora fosse uma situação um pouco mais preocupante.

Mas bem, acho que a intenção dos criadores não era criar um enredo para ser levado a sério. As lutas com rivais têm os motivos mais burlescos do mundo (Lars quer usar Blanka como bateria para recarregar Alissa... ele não gosta), talvez um sinal de que Street Fighter X Tekken seja um daqueles raros títulos que conseguem rir de sua própria premissa.


Os visuais são baseados na engine gráfica de Street Fighter IV, mas um pouco mais estilizados. Os personagens são mais “rabiscados”, em uma possível tentativa de fazer com que se parecessem mais com pinturas feitas à mão. O jogo possui uma identidade visual que é familiar, mas ao seu próprio modo, única e muito bem vinda.

Os personagens de Tekken, que estamos acostumados a ver representados em um estilo pseudorrealista, foram adaptados de forma bastante apropriada. Eles estão um pouco diferentes do que nos acostumamos a ver, mas ainda trazem a essência que faz deles o que são.

É como ver um fanart de um game ou série animada de que se gosta muito. Não é o mesmo que a arte original, mas quando bem feita, podemos apreciar o trabalho do artista e sua visão particular para aquele personagem que tanto apreciamos.

As animações também são excelentes e os cenários um verdadeiro show, abarrotados de detalhes. Inúmeros personagens de ambas as séries fazem participações especiais aqui, como Kunimistu e Mike Haggar. Saudosistas terão um prato cheio aqui se quiserem localizar todas as referências aos clássicos de ambas as empresas.

O som também foi muito bem trabalhado. Os ataques possuem efeitos sonoros fortes, que transmitem bem o impacto de cada movimento e os ataques especiais são acompanhados de áudio que complementa bem aquilo que vemos na tela.

A trilha sonora é composta de versões remixadas de músicas vindas de ambos os universos e canções originais. Muitos marmanjos despejarão lágrimas de masculinidade ao escutarem um tema clássico em uma interpretação completamente nova.

Claro, o gosto pessoal impera muito aqui. As músicas de Street Fighter me empolgam muito mais que as de Tekken, mas outros jogadores terão opiniões diferentes.

A dublagem é excelente e traz quase todos os atores presentes tanto na versão mais recente de Street Fighter quanto na de Tekken. Caso tenha se apegado a uma voz em especial de um dos dois jogos, há uma chance enorme de que ela esteja aqui.

Um detalhe que pode desagradar aos fãs mais detalhistas de Tekken, é que enquanto nos mais recentes títulos da série, certos personagens falem especificamente o idioma de seu país (Hwoarang falava coreano, por exemplo), aqui eles limitam-se ao japonês ou inglês. Nada que prejudique a obra, verdade seja dita, mas já fica o aviso para que ninguém seja pego de surpresa.

Um detalhe que me agradou é que muitos dos dubladores dos personagens de Tekken são meio “duros”, digo, não são tão expressivos ou naturais quanto poderiam ser. Em outros casos, isso seria uma desvantagem, mas atuação pouco natural tornou-se uma marca da série com o passar dos anos e pessoalmente acho divertido que esta característica foi mantida.


A jogabilidade segue a linha de Street Fighter IV, 2D com movimentação lateral, mas com algumas pitadas vindas de Tekken. Por exemplo, diferente de outros crossovers da Capcom, as lutas não são eliminatórias. Assim que um personagem é derrotado, seu time perde o round (como em Tekken Tag Tournament), o que torna a troca de personagens uma parte vital do combate.

Combos também seguem a fórmula da Capcom, onde é preciso encaixar os ataques com tempo perfeito para que funcionem. Por outro lado, existem os “Quick Combos”, que podem ser realizados quando se pressiona os ataques fraco, médio e forte em sequência e rapidamente.

Claro, dominar completamente os combos é algo que requer determinação e treino. Street Fighter X Tekken é muito acessível para os novatos, mas também traz uma enorme dose de conteúdo para veteranos. Especialmente aqueles que gostam de gastar horas no modo de treino aperfeiçoando suas técnicas.

Cada ataque (recebido ou desferido) preenche uma barra de especial na base da tela. Este medidor pode ser usado com versões fortificadas dos golpes especiais, com os Super Arts ou com Cross Attacks, os super combos realizados em dupla, que podem em muitos casos virar uma luta.

Cada lutador também possui um movimento especial que pode ser carregado até se tornar um Super Art, sem que haja gasto do medidor de especial. Por exemplo, o Hadouken de Ryu pode ser transformado em um Shinkuu Hadouken, desde que se mantenha o botão de soco pressionado tempo o suficiente.

Tal mecanismo pode fazer uma diferença enorme em um duelo, mas não é sábio apostar todas as suas fichas nele. Sua guarda fica aberta enquanto se prepara um destes ataques e a maioria dos oponentes não esperar seu movimento especial de braços cruzados.

Outro sistema exclusivo deste jogo são as “Gems”, joias que garantem o aumento de certos atributos em seu personagem, como força, velocidade, resistência e por aí vai. Elas são ativadas quando certas condições são atingidas na luta, como acertar um determinado tipo de combo ou receber uma quantia específica de dano. Estes itens podem ser customizados ao gosto do jogador e devem ser considerados mais um acessório do que algo vital, a vitória ainda depende mais de sua habilidade do que de ajuda externa.

Finalmente, temos o Pandora Mode. Quando um personagem da dupla fica com menos de 25% de sua energia, ele pode ser sacrificado em troca de um aumento colossal da força de seu oponente, que fica também com uma barra de especial infinita. O efeito colateral deste modo, é que o lutador beneficiado tem um tempo específico para vencer seu inimigo e perderá automaticamente a luta caso não consiga encerrá-la antes que este aumento de poder se encerre.

Quando se cansar de jogar contra o computador nos modos Arcade e Versus, você pode se conectar online e participar de lobbies ao redor do mundo, onde moleques com a metade da sua idade chutarão sua bunda impiedosamente e quase sem lag.

Sério, eu realmente não gosto de partidas online.

Agora, devo dizer que a jogabilidade parece beneficiar um pouco aos personagens de Street Fighter, que parecem superar seus colegas de Tekken em praticamente todos os aspectos. Pode ser por causa da dificuldade em se adaptar o elenco de um jogo puramente 3D, mas este não é um caso isolado. Em Capcom VS SNK, os lutadores da turma de Ryu também tinha uma leve vantagem quando comparados a os rivais da galera de Kyo Kusanagui.

Como a Capcom produziu este game (e Capcom VS SNK), não chega a ser uma surpresa que tenham sido “nepotistas” com o elenco da casa. Quando (e se) a Namco Bandai fizer Tekken X Street Fighter, veremos se o atual desequilíbrio se manterá, ou se a balança vai pender para o outro lado.


Street Fighter X Tekken deveria ter sido um dos títulos de luta mais grandiosos desta geração, mas daqui a dez anos, é possível que as pessoas se lembrem dele mais pelas polêmicas que o cercaram do que por sua qualidade.


O que não é totalmente injusto, mas não é muito justo também.

Se puder ignorar o quanto este game simboliza o enorme dedo do meio que a Capcom mostra para seu público, encontrará nele um produto muito bem feito e divertido, que poderá mantê-lo entretido por dias.

E assim como em Mortal Kombat, se puder optar, fique com a versão do Playstation 3. Cinco personagens a mais (Mega Man, Pac-Man, Cole de Infamous e os gatos Toro e Kuro) podem não parecer muita coisa, mas se pode optar por um jogo com 100% de conteúdo, por que escolheria a versão com apenas 90%?

Aliás, pra não perder o hábito: NÓS VAMOS AO ENCONTRO DO MAIS FORTE!!!


Nota do Amer: 8.5


Cheers!!!

35 comentários:

Diego Sato Gomez disse...

Ótimo review, Amer. Mas você já consegue vencer meu Zangief? :)
MINHA CUECA É VERMELHA!
MEU CORAÇÃO É VEREMELHO!
MEU LADA É VERMELHO!
EU SEMPRE ESCOLHO O ZANGIEF!

André Leonard disse...

Ahhhhh...

Como é bom seus blogs sempre atualizados Amer... Você é o cara!

A Capcom é uma mercenária, lazarenta, pestilenta, gata polar! Esse lance de esconder os personagens no disco foi uma sacanegam com o público.

Enfim, o jogo é bom, mas ta longe de ser ótimo!
As expectativas não foram supridas.

C. Howard disse...

Muito bom o review Amer, tinha muita vontade de jogar SFXTK, mas meu computador não roda, mas ouvi a trilha sonora e caramba os remixes de Final Fight ficaram espetaculares!
E Amer pretende fazer um review de KOF XIII?

Juninho! disse...

Graaaaaaaaande Amer, finalmente com novo post por aqui.

Adoraria saber quando o ritmo vai voltar a ser frenético como antes...

Mas enfim, eu odiei a grande parte da trilha sonora do jogo, mas adorei seu gameplay, e simplesmente achei um mega tiro de fuzil nas bolas esse lance dos personagens DLC.

Tenho PS3 e eu já tinha pouca vontade de ter esse jogo, e depois do lance do DLC, dei uma GRANDE desanimada...

Afinal de contas, ta caro pra porra pra pagar por algo duas vezes, como você mesmo disse!

Eu espero mesmo trocar de PC e pegar um decente pra jogar ou então que lancem uma maldita versão (nunca pensei que desejaria por uma nova um dia) com os malditos personagens todos imbutidos de vez.

A história do jogo é a beira do abismo, mas como bom amante de jogos de luta, o gameplay ta acima de todas as coisas.

Então tudo que posso fazer é esperar uma versão definitiva, com todo mundo liberado (ou queda do preço das DLC na PSN), esperar que a Capcom faça uma continuação digna do amor dos fãs.

E principalmente, que a Namco mostre a Capcom como se faz um mega puta jogo em respeito a todos os fãs e esmague ela com Tekken X Street Fighter.

Mesmo amando a Capcom e amando Street Fighter acima de tudo, me enfureci com essa última, ela precisa tomar meio metro de rola na bunda pra aprender.


E o seu review como sempre muito foda, e gostei da ideia do cara acima, por que não um review do KOF XIII ??? Eu tenho ele e apesar dos finais igualmente ruins é um jogo fantástico. Talvez o melhor da SNK.

E como disse acima, ainda espero pelo ritmo do seus dois blogs voltar a ser frenético.

Abraço!

Bardock disse...

Depois de Mass Effect, faça algo sobre Guilty Gear, Amer. Adoraria ver você analisando algum jogo da série.

Lance Sonovavish disse...

Olha Amer, discordo de uns pontos.

apesar de "mais dificies de jogar", os comandos dos personagens do Tekken são bem mais criativos.

o problema é que mesmo estando no mesmo estilo, os personagens do Tekken se diferenciam muito por causa das roupas e detalhes.

A história é um lixo, com os fnais sem graça ou sentido, tirando boa parte da graça do single player.

e a questão das Gemas e do jogo online é ridicula, muitos personagens tem combos infinitos.

no final é um joguinho divertido,mas só serve prar se jogar com os amigos

PS: aqueles dois gatos são dois personagens muito escrotos.

DENDEROTTO disse...

Bom saber que o jogo vale a pena, comprei ele ontem e logo logo chega pelo correio =D

Muito bom o Review, Amer!

Helio Mendes Jr ou Kamen Homer disse...

voces não tem ideia que esse jogo me ofendeu tanto,e ate mais que o king of fighters XII,sendo que colocaram kuma usando as roupas de rainbow mika SEM SER A PROPRIA!!!,um megaman gordo(me recuso chamar esse cara gordo de rockman),RUFUS TENDO MAIS RELEVANCIA QUE A RAINBOW MIKA,QUE É UMA CAVALUDA MAIS ATE QUE A CHUN-LI,E MINHA FURIA POR ESSE JOGO É SUPREMA!!!


desculpem desabafar aqui,mas eu tinha que falar para voces sobre o dedo do meio imenso que a capcom fez para mim e muitos fãs.

Bruno He disse...

Politica atual da Capcom me faz ficar longe dos jogos dela.

Excelente texto Amer, é bom ver vc voltando por aqui =)

Leandro" Leon Belmont" Alves the devil summoner disse...

grande Amer, mais um post.

olha, na minha opinião, Street VS Tekken não agradou, justamente pelo que é.

já vimos os Street contra a Marvel,Tatsunoko,X-men,Snk e por aí vai...

mas contra a Tekken? sei que isso pode soar idiota, mas. como o time do Kazuya espera ir contra os hadoukens do Ryu e os Sonic Booms do Guile? a diferença é que pelo menos as outras empresas, os seus personagens tem poderes para enfrenta-los, mas o que a Asuka ia fazer contra a Sakura por exemplo ou Akuma contra Heihachi?

só por isso, achei esse crossover uma imbecibilidade sem tamanho...e como você falou, a história do game não tem o menor sentido. tipo, a caixa pandora caiu no polo sul, tá certo.

a Shadaloo(que foi dissolvida a tempos) e a Mishima Zabaitsu vão atrás da caixa. ok até aí.

MAS PELO AMOR DE MORGAN FREEMAN, PARA QUE DIABOS O RYU VAI ATRÁS DA CAIXA?????

se fosse um crossover com um minimo de cooerencia, botaria apenas os vilões de Street, não Ken, Ryu,Chun-li e o escambau.

mas como você falou Amer, o game por aqui na minha cidade não vale muita coisa. em Recife esse game está por míseros 70 Reais. e ninguém que compra-lo. até Soul Calibur 5 está 30 reais mais caro.

e a Capcom mercenária como Sempre...tsc,tsc.

Fabricio disse...

Vou comprar a versão made in paraguay, assim eu é que vou mostrar um grande dedo do meio para a capcom....

Marco Antonio disse...

Ótimo review, como de costume. A Capcom extrapola o direito de ultrajar os seus fãs, paciência.

P.S: Não posso esconder que estou um pouco decepcionado pois esperava que este post seria sobre Mass Effect 3 =D

Hero101 disse...

8.5?

Mesmo sem a trapalhada do DLC, eu acho q ñ daria um 4 pra esse jogo.

Um dos mais desequilibrados que já vi, os personagens causam pouquissimo dano, fazendo com que muitas vezes a luta termine por time out. O ta Pandora mode é simplesmente horrivel.

As gemas, DLC ou ñ, são ridiculas e existem mais glitches nesse jogo do q em qlqr outro da Capcom dos últimos 5 anos.

SfxTk foi uma decepção sem tamanho. Fiquei tão feliz quando anunciaram, e passou o tempo, foram anunciando as mecanicas... e a hype foi sumindo... dai anunciaram os DLCs e a pouquissima hype q ainda tinha sobrado se transformou em raiva...

Capcom mandou muito, ams MUITO mal nessa.

Juninho! disse...

Eu só sei que não comprei essa porra ainda por que vai ter atualização mesmo. Dessa vez eu espero que tenha, eu gostei do jogo, só num tenho coragem de pagar por ele sabendo que tem personagens que vou pagar duas vezes.

Nunca pensei que diria isso mas ATUALIZA CAPCOM!!!

Fantecni's Animações disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lucas Lanziotti disse...

FREE Social Promotion

Tom disse...

ameeeeeeer posso usar esse texto em meu estágio????? criançada na escola nunca vem nada de diferente e acho que suas palavras expiradoras podem fazer os cérebros deles, em estado vegetativo, comecem a funcionar.
meu email: themactyre@hotmail.com

erick disse...

Hey, I've just received a free Minecraft Giftcode!
You can get one too!

>> minecraftcodes.me <<

@voumordemuitovc disse...

ola gostaria de saber se você que fazer parceria comigo no youtube canal guines001 veja la obrigado

willian Bezerra disse...

e ai cara muito bacana seu blog, eu tbm possuo um blog sobre games poderiamos ser parceiros, http://opsiigames.blogspot.com.br/
abraço.

Pedro spada disse...

ai galera entrem no meu canal no youtube, loga mais estarei postando gameplays de xbox 360 em hd, se inscrevam la, link: www.youtube.com.br/gamesbrasilforever

Helder Nascimento disse...

ótimo excelente review
adoro street figther e tekken mais ainda

Gabriel // zGABRIELz disse...





ViperMu – Servidor de Mu Online Season 4 – Há 3 anos online!

Não conhece ainda a qualidade do ViperMu?

Servidor fácil com 3 anos de tradição, sem lag, melhor anti-hack do Brasil e garantia de diversão, amizade e qualidade! Hospedado no Brasil, com ping médio de 20 ms. Esperando o que para se cadastrar? Acesse agora mesmo: www.vipermu.net

»Nome: ViperMu / 24h Online
»Versão: 1.05D+ Season 4
»Experiência: 10.000x
»Média de players On-Line: 700
»Drop: 100%
» BugBless: /zen
»Reset: Acumulativo
»Eventos Online: Castle Siege, ChaosCastle, DevilSquare, Ilusion temple, Crywolf entre outros.
» Eventos todos os dias com premições ( Ítens full ).
»Cadastre-se e ganhe 7 dias de Vip Gold
»A cada char criado você ganha set e armas full iniciantes para ele.
»Sistema de Master Resets valendo Gold's !

Visite também nosso fórum: http://forum.vipermu.net/

Lembrando que nosso fórum sempre traz eventos valendo Cash's e muitos outro beneficios.

Atenciosamente,
lHaDeSl

Erik Silveira disse...

NOVO RAP GAMER, FEiTO POR MIM, ANGELSHADE, NOME DA MUSICA : SOU GAMER COM ORGULHO!
ACHO QUE SERIA INTERESSANTE POSTAR :)
http://www.youtube.com/watch?v=6lZMRr6Vue0

Jonathan Ribeiro disse...

Gostaria de fazer uma parceria com você.

http://culturajovemdoplaneta.blogspot.com.br/

Luis Guilherme disse...

É sobre games e principalmente Minecraft
http://www.youtube.com/JounxBR

Luis Guilherme disse...

Entreeeeeeeeeeeem!!!!!!!!!!!!!!!!:

http://www.youtube.com/JounxBR
http://www.youtube.com/JounxBR
http://www.youtube.com/JounxBR
http://www.youtube.com/JounxBR
http://www.youtube.com/JounxBR
http://www.youtube.com/JounxBR
http://www.youtube.com/JounxBR
http://www.youtube.com/JounxBR
http://www.youtube.com/JounxBR
http://www.youtube.com/JounxBR

DENDEROTTO IG disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
gabriel marques disse...

SWEET! I just got a free Minecraft card code at http://minecraftcode.me/

fazendomakes disse...

Gostei do seu post, tambem fiz alguns sobre o street fighter...parabéns!
http://gamesthebestbrasil.com.br/

Ryuukiteru b disse...

Olá vocês podem visitar o meu canal no youtube ? http://www.youtube.com/user/Ryuukiterubrb?feature=watch por favor, seria de grande ajuda se vocês compartilhassem ele ^^ Obrigado

Ryuukiteru b disse...

Olá vocês podem visitar o meu canal no youtube ? http://www.youtube.com/user/Ryuukiterubrb?feature=watch por favor, seria de grande ajuda se vocês compartilhassem ele ^^ Obrigado

Cássio Cirino disse...

amer entre em contato comigo por favor interesse em comprar suas postagens e convida-lo para escrever em um grande portal sobre games
cassio.cirino@gmail.com

Jorge Souza disse...

Como fã do Street Fighter achei muito boa review. Gostei muito do blog e com certeza vou visitar mais. Outro dia vi um jogo do Street Fighter igual ao do fliperama neste site chamado Kilance.com

Everson Sousa disse...

Cara muito bom o blog, sempre acompanho mais é a primeira vez que comento... então gostaria de ajudar, encontrei esse video, da so uma olhada pra ver se lhe serve de algo https://www.youtube.com/watch?v=SbNmh3nUWGw

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...